Aliança pela Infância de Maceió bate um bolão com a SAM2013

O amistoso da seleção canarinho faz a oportuna lembrança das atividades da Semana de Ação Mundial 2013 na cidade de Maceió. É esta a terra de nascença do maior ganhador de Copas do Mundo, o senhor Mário Jorge Lobo Zagallo. Em que pese o futebol não vir trazendo grandes recordações ultimamente, outros alagoanos vem fazendo bonito em outra grande área, a Educação. O pessoal do núcleo-semente da Aliança pela Infância desenvolveu atividades que integraram a SAM2013 e a Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública (organizada pela CNTE).

domingo 006 maceió

No plenário da Assembleia Legislativa de Maceió,  ativistas pela educação se reuniram para debater as dimensões da valorização dos professores, como a formação inicial e continuada, garantia de condições adequadas de trabalho, salário e plano de carreira, com base em farta documentação, como a L.D.B. e o Plano Estadual de Educação Alagoano. A conversa proporcionou a aproximação de pessoas engajadas no tema, que puderam se articular para as etapas locais da CONAE 2014. Outra pauta do encontro foi o andamento da implantação do Fórum Estadual de Educação de Alagoas, e a importância que esta entidade poderá ter na luta pela ampliação das matrículas de crianças de até 4 anos nas escolas públicas.

maceió

Um dia após este evento, os professores da E.M. Tradutor João Sampaio se reuniram para assistir a palestra de Patrícia Gomes, membro da Aliança pela Infância de Alagoas, que trabalhou a questão docente e, com a participação dos presentes, buscou apontar e o que pode ser feito para a situação mudar positivamente. A conversa foi tão boa que a exibição do filme “Escritores da Liberdade”, cujos personagens serviriam de insumo para o debate, junto com os materiais da SAM, precisou ser adiada para a semana seguinte. A palestrante, orgulhosa do engajamento dos envolvidos, comemorou a oportunidade de realizar a discussão. “As pessoas custam a querer se mobilizar, evitam envolvimento e discussões, mas por acreditarmos na causa é que insistimos e – de tanto bater – alguma porta, em algum momento, se abre”, ressalta Patrícia.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s